O Espírito Das Borboletas : A Poeta , A Borboleta E Os Céus

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

A Poeta , A Borboleta E Os Céus














Ah !  Este peso
de quase (não) pesar...
em infinitivo de dois verbos distintos
homografias
(quase)
iguais ...
do corpo imponderável ,
qual nuvem a se dissipar ...
que nada pesa ...
e o pesar em condolência
aceno do luto
pó ...

De percebida , a ruína ...
merecia a estima guerreira da vitória
em batalha a travar ...
no fundo ...
para que a asa se levante e voe
é necessário
o peso líquido
do vinho ...
em produto
da grande pedra do lagar , angular !
assim , em contradição ,
da gravidade , desafio !
quanto mais pesados
os corpos que caem ...
mais próximos estão de voar ...

( E ... da poeira que caía ...
em versos a aterrar
se fez água do seu estado
a mudar ... evaporação !
avião ...
a levantar !)


JouElam , 071220111116 , O Espírito Das Borboletas 



0 comentários:

Enviar um comentário