O Espírito Das Borboletas : A Poeta , O Canto E O Júbilo

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

A Poeta , O Canto E O Júbilo



Canto-te , ó época que de mim és , ao perto !
sem intervalo , íntima que de tão perto me és eterna !
liga , de ti se faz a trança , estreita !
que não há lonjura em que eu não escute os sinos
do teu "te amo!",
ó claridade do rosto que me ressuscita , ó véu !
enviando-me o "eu te recebo",
em todas as minhas gotículas, sopradas !
à atmosfera azul de Deus , iguais !
ao vermelho que é vida do meu coração
por onde ... tu entras e sais ...
caminhando ... na face-baunilha , doce !
sempre por dentro ...
do paraíso , amor !
que nas minhas veias transporta
o eterno regresso , incessante !
ó ...
nome , ó minha flor !
corpo da essência , júbilo
de ser teu



À Minha Dani , com amor


O Espírito Das Borboletas , 281220121114

1 comentário: