O Espírito Das Borboletas : Último Voo

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Último Voo



“Crise aumenta risco de suicídio”
(In JN  2009)

“Suicídio no Alentejo relacionado com a solidão em idosos com menos fé”
(In JN 2011)

Último Voo

Ó alturas que tão pesadas sois !!!...
é em vós que que se inicia
o abrupto final
do último a chegar ...

Há uma solidão
casada com os grafismos
indecifráveis ...
e estagnam
como um charco
e proliferam
como um enxame
as ...
angústias ...

O empreiteiro constrói a gaiola para os rouxinóis
e benze-se com o orvalho dos anos que de sózinhos choram ...

Dentro da cela ... o arranha-céus testemunha :
o suicídio das borboletas ...

(que tipo de liberdade almejam as varandas ? ...)


JouElam , 121220111947


1 comentário:

  1. A nossa sociedade vive um momento de paradoxos: há tanto para se fazer que não sabemos escolher o que fazer. O tempo voa, a informação voa, a vida voa...Nem todos conseguem se enquadrar neste mundo moderno, disperso, solitário - terrivelmente solitário - o individualismo num ser coletivo, a angustia de ser o que os outros querem que sejamos, a anulação, a solidão... As angústias são tantas que alguns não conseguem carregá-las mais no peito...

    beijo, meu amor!

    ResponderEliminar